Acesso Rápido

Pastoral dos Coroinhas

Nosso lema: “Estamos a serviço do altar e do próximo”
Ser Coroinha é estar a serviço de Jesus.

O Grupo de Coroinhas do Santuário Nossa Senhora de Fátima ele é formado por crianças e adolescentes na idade de 07 á 14 anos, estando frequentando a catequese, entre os 15 anos estes adolescentes, passam a participar da crisma e serão inseridos em outra pastoral, são crianças e adolescentes que sentiram um chamamento interior para servir a Deus com maior proximidade, estes mesmo são chamados de pequenos Acólitos.

O Coroinha é uma figura imprescídivel no altar de Deus, pois ele é um filho de Deus que foi escolhido para servir de forma mais ampla e para exercer o ofício passa por várias formações, a fim de entender, executar e manter viva a chama dos Ritos específicos da Santa Celebração. A formação destes pequenos e jovenzinhos é de suma importância para a Igreja católica, uma vez que dentre deles, certamente surgirá mais tarde um sacerdote consagrado ou uma religiosa.

Em 07 de Janeiro de 2015, o Reitor Padre Railson de Araújo Carneiro, sentido a necessidade de renovar, muda a Coordenação do Grupo de coroinhas e convidou-me a Coordenar, no qual  o antigo Coordenador Nonato Magalhães , já estava à 10 anos com o grupo, foi quando neste dia fui apresentada ao grupo, a  alguns pais presentes. Com isso foi criado um nome para o Grupo São Tarcísio com o mesmo nome do Padroeiro dos Coroinhas, sendo revitalizado tivemos conosco nos auxiliando espiritual o Seminarista Benedito Curtes durante 06 meses, sendo ordenado Padre no dia 21 de Maio de 2016 na Catedral de Saõ José de Macapá-Ap, sendo uma pessoa importante nas formações com os coroinhas, na época o grupo era pequeno, com 12 Coroinhas.Em 15 de Agosto de 2016,tivemos  início de nosso primeiro Tríduo em homenagem ao Padroeiro do Grupo São Tarcísio e com a  primeira pequena procissão ao lado do Santuário na Praça Nossa Senhora de Fátima em, com a presença do atual Reitor Pe. Railson de Araújo Carneiro e as Pastorais de Ministros da Eucarístia,Coroinhas,Acólitos e Grupo Jovens.

A primeira celebração solene de Investidura de Coroinhas em nosso Santuário foi em 03 de outubro de 2015, naquele mesmo ano com 11 novos coroinhas.

A Pastoral dos Coroinhas são Tarcísio tem como objetivo atuar no serviço do Altar do Senhor,auxiliando os sacerdotes nas celebrações Litúrgicas, Batizados,Casamentos e outros momentos onde seja necessário esse auxílio, despertando nas crianças desde cedo e nos jovenzinhos adolescentes, o desejo ardente vocacional.Deste mesmo Grupo num futuro promissor saíram várias lideranças no âmbito do Santuário.

O Grupo é dinâmico e sempre se renova com novos membros a cada ano.

  • BREVE HISTÓRIA DE SÃO TARCÍSIO: PATRONO DOS COROINHAS

Muito pouco se sabe da vida de São Tarcísio.Mas os fatos dos quais temos conhecimento nos mostram  o grande amor que ele tinha pela Eucarístia.Tarcísio era Acólito, isto é, coroinha na igreja DE Roma, no século III.Ele acompanhava o Papa Sisto II na Missa (Esse Papa morreria, por ser cristão, em torno do ano de 258).Nessa época, celebrava-se a Eucarístia em baixo da terra,nas catacumbas, devido à perseguição do imperador romano, Valeriano.Quando os cristãos eram lançados às prisões, e quase sempre mortos depois costumava-se levar-lhes a comunhão )às escondidas , para que não desanimassem nem perdesse a fé.Quem fazia isso era os diáconos.

Um dia, às vésperas do martírio de um grande grupo de cristãos, o Papa Sisto II não sabia quem mandar para levar a comunhão na prisão, pois seus Diáconos também estavam presos.Foi então que o coroinha Tarcísio, com apenas 12 anos, se ofereceu.Todos diziam que poderia morrer a entregar a Eucarístia aos pagãos romanos.

Diante disso, foi aceito. Passando por uma estrada chamada Via Apia, alguns rapazes perceberam o modo cauteloso como Tarcísio segurava a roupa. Tentaram saber o que era. Como se recusasse a mostra-lhes apedrejaram-no até a morte.Quando foram procurar o que Tarcísio levava, as hóstias haviam sumido misteriosamente. Um soldado cristão viu Tarcísio caído e o levou às catacumbas, onde foi sepultado. Desde o início, Tarcísio foi venerado como exemplo de santidade. E , como dissemos, o Padroeiro dos Acólitos e Coroinhas.

 

  • UM POUCO DAS ATIVIDADES DO GRUPO

 

O QUE SE TRABALHA NA PASTORAL DOS COROINHAS SÃO TARCÍSIO

< Formação em Relações Humanas Cristã como: respeito,amor,perdão,união, entre outros;

< Formação Biblica;

< Formação Doutrina da Igreja;

< Formação Mariologia;

< Formação voltada para a prática do serviço do Altar

< Formação sobre o significado e sentido da Liturgia e da Santa Missa;

 < Estudo aprofundado da Liturgia.

 < Base Cristã inicial para o futuro engajamento dos Coroinhas.

 < Espiritualidade com Coroinhas e Espiritualidade dos pais e responsáveis.

 

COMO É A FORMAÇÃO DOS COROINHAS

< DUAS ETAPAS

1 – FORMAÇÃO INICIAL:

     a . Candidato deve participar das formações (obtendo 90% de presença) são treze formações durante 03 meses.

  1. Participar no mínimo de duas Escalas Práticas em missas;
  2. Ter as vestes próprias de coroinhas para ser admitido;
  3. Participar de ensaio prático para Admissão;
  4. Estar na missa de Admissão, juntamente com os pais ou padrinhos;
  • – FORMAÇÂO PERMANENTE:
  1. Coroinhas devem participar dos encontros que acontecem 03 vezes ao mês, em solenidades e festividades, coroinhas não estão dispensados.
  1. A formação no Santuário dos Coroinhas fica por conta de 05 Coroinhas mais velhos e mais experientes na Pastoral (Edson Neto, José Neto/Maria/Isabele Alves e Silvia Vitória, Leonardo Colares, sendo que hoje temos Cristyanne Mayara para auxiliar a Coordenação).

 

  1. A cada Celebração ficará um pai ou responsável na Sacristia com os Corinhas, foi determinado em reunião no dia 04 de fevereiro de 2017.
  •  – PARTE SOCIAL:
  1. Lazer com os Coroinhas e com as famílias
  2. Para o ano de 2017; Visitas em abrigos e doações de cestas básicas a Instituições carentes e famílias.
  3. Confraternização em finais de Ano, juntamente com as famílias.

 

GALERIA DE FOTOS