Acesso Rápido

Santuário de Fátima promove primeira visita temática à exposição temporária Vestida de Branco

Cardeal D. António Marto irá apresentar uma reflexão sobre a beleza de Maria

 

O Santuário de Fátima vai promover no próximo dia 1 de julho, às 21h15, a primeira visita temática à exposição temporária comemorativa do centenário da primeira escultura de Nossa Senhora de Fátima – Vestida de Branco.

Esta visita temática vai ter como orador, D. António Marto, bispo da diocese de Leiria-Fátima, que irá convidar os participantes a refletir sobre “Tota pulchra”: a beleza de Maria — a propósito da temática da exposição.

D. António Augusto dos Santos Marto nasceu a 5 de maio de 1947, em Tronco, concelho de Chaves. Estudou nos Seminários de Vila Real e do Porto, sendo ordenado padre em Roma no ano de 1971, como presbítero da Diocese de Vila Real. Estudou Teologia Sistemática na Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, onde fez o doutoramento.

Desde 1977 exerceu atividade docente em diversos âmbitos. Foi professor de diversas áreas da teologia no Instituto de Ciências Humanas e Teológicas (Porto), no Centro de Cultura Católica (Porto), na Faculdade de Teologia e na Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa (Porto). É membro da Sociedade Científica da Universidade Católica.

A 10 de novembro de 2000 foi nomeado bispo, tendo escolhido o seguinte lema episcopal: “Servidores da vossa alegria” (2Cor 1,24). Foi bispo auxiliar de Braga de 2001 a 2004 e Bispo de Viseu desde então até 22 de Abril de 2006, data em que recebeu a nomeação para Bispo de Leiria-Fátima. Entrou nesta diocese no dia 25 de Junho de 2006.

De abril de 2014 até junho de 2020 foi Vice-Presidente da Conferência Episcopal Portuguesa. Função que também exerceu durante o triénio 2008-2011. Desde junho de 2020 é vogal do Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa

A 20 de maio de 2018 foi nomeado Cardeal pelo Santo Padre, Papa Francisco, tendo sido elevado ao cardinalato a 28 de junho de 2018, na Basílica de São Pedro, em Roma.

A visita temática que vai orientar tem como objetivo “interpretar algumas peças ou núcleos da exposição a fim de que possam fazer-se ainda mais portadoras de conteúdos aos visitantes que gostem de aprofundar temas da arte mariana”, explica Marco Daniel Duarte, comissário da exposição em declarações à Sala de Imprensa do Santuário de Fátima.

“As exposições que o Museu do Santuário de Fátima leva a cabo proporcionam toda uma experiência de contemplação e de aprendizagem, que levam os peregrinos e outros visitantes do Santuário de Fátima a compreenderem a história e a memória de Fátima e, não menos importantes, da própria cultura cristã nos tempos em que vivemos”, considera Marco Daniel Duarte.

A primeira visita deveria ter sido realizada na primeira quarta-feira do mês de maio, mas devido às circunstâncias que o país atravessa na sequência da pandemia provocada pela Covid-19, acontecerá só agora.

As visitas temáticas cumprirão os requisitos de segurança exigidos para os espaços museológicos. A parte respeitante à intervenção do orador será realizada na Galilé dos Apóstolos Pedro e Paulo, no piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade. Este espaço é suficientemente amplo para permitir os necessários distanciamentos em ordem à segurança dos participantes. A entrada far-se-á pelas escadas de acesso a esta Galilé, pelo lado norte. Será obrigatório o uso de máscara de proteção.

A exposição temporária comemorativa do centenário da primeira escultura de Nossa Senhora de Fátima – Vestida de Branco, ao longo de sete núcleos, convida a refletir sobre a relação entre arte e devoção, num diálogo permanente entre arte antiga e arte contemporânea, tradição e inovação. Recorrendo a peças de valor histórico e artístico do espólio do Museu do Santuário de Fátima, como de outras instituições museológicas e diferentes organismos eclesiais, através da linguagem da museologia é dado ao visitante conhecer o processo histórico e artístico de criação e fixação do modelo oficial da Imagem que se venera na Capelinha das Aparições, as interpretações devocionais e artísticas que lhe são devedoras, assim como os mitos, desafios e herança de um dos símbolos maiores da iconografia mariana, numa experiência simultaneamente formativa e de fruição estética das múltiplas formas com as quais as diferentes épocas históricas vestiram a Virgem Maria.

Estão agendadas ainda mais três visitas temáticas, sempre na primeira quarta-feira de cada mês: a 5 de agosto, “Singularidades das representações da Virgem Maria nas diferentes épocas históricas — a propósito do Núcleo I da Exposição” por Marco Daniel Duarte, Diretor do Museu do Santuário de Fátima; a 2 de setembro, “Desafios à conservação da Imagem de Nossa Senhora de Fátima — a propósito do Núcleo VII da Exposição”, por Ana Rita Santos, Coordenadora do Serviço de Conservação e Restauro do Património do Santuário de Fátima; a 7 de outubro, “A Imagem de Nossa Senhora de Fátima: da criação à difusão de uma nova forma de representar a Virgem Maria — a propósito Núcleo V da Exposição”, por Marco Daniel Duarte, Diretor do Museu do Santuário de Fátima.

Em harmonia com o calendário estabelecido pelas autoridades, os espaços museológicos do Santuário reabriram ao público no dia 19 de maio, com novos horários e regras de higiene e segurança bem definidas. Para esta reabertura gradual, o Santuário de Fátima definiu estritas medidas de prevenção do contágio da Covid-19, com indicações e recomendações relativas à higienização dos espaços, higiene pessoal, etiqueta respiratória, distanciamento físico, monitorização dos sintomas e proteção individual, junto dos seus colaboradores e nos diversos espaços informativos ao peregrino de que dispõe.

A entrada nesta visita temática é livre.

COMPARTILHE

Sobre santuario

Santuário Nossa Senhora de Fátima. Av. Almirante Barroso 1363 Cep.: 68900.040 - Santa Rita Contato: (96) 3222-0963/ (96) 99146-2700 Email: santuarionsfatima.mcp@hotmail.com

Comente

Seu email nao sera publicado. Campos marcados so obrigatorios *

*

x

Checado

“Hoje precisamos mais de testemunho do que do Evangelho impossível”, diz Papa

No Altar da Cátedra de São Pedro e na presença de cerca ...